Cuidados com os répteis no inverno

Posted on Posted in Animais exóticos, Pet, Répteis

Assim como o ser humano, em uma mudança de temperatura, os animais também sentem quando o clima está diferente.

Diminuição de temperatura, alteração de umidade do ar, aumento da velocidade do vento e diminuição da luminosidade diária são os fatores principais levados em consideração neste período.

Como estamos falando de pets exóticos, temos que levar em consideração a especificidade de cada espécie. Os répteis são animais considerados popularmente como de “sangue frio”. Visto isso, regularão sua temperatura corpórea de acordo com o ambiente que estiverem inseridos. É necessário a presença de uma fonte artificial de calor para os animais neste período. Podemos utilizar pedras aquecidas (compradas em lojas especializadas), aquecedores de ambientes a óleo ou a energia elétrica, fonte de luz incandescente (aprox. 60w), ou até mesmo garrafas pet com água quente dentro do terrário do animal. Muito cuidado com um superaquecimento, pois os animais têm uma tolerância a dor muito alta, com isso podem acabar gerando uma queimadura de pele sem que percebam.

Uma temperatura ideal para os répteis é de aproximadamente 30 graus, porém como são uma classe de animais muito grande, pede se cautela. Antes de promover o aquecimento artificial deve se estudar a espécie em questão para se adequar sua temperatura ideal.

Jabutis, cágados e algumas serpentes costumam “hibernar”, ou entrar em um estado de torpor, onde seu metabolismo cai drasticamente para justamente tolerarem o período do inverno. Neste período não há necessidade de alimentação e os animais podem “dormir” por 30 dias ou mais. Nestes casos não devemos intervir, somente acompanhar.

Todas estas informações devem ser acompanhadas de perto por um Médico Veterinário especializado, pois como dissemos anteriormente, existe uma enorme variedade de espécies, cada uma com suas particularidades e especificidades. Nunca devemos extrapolar cuidados e tratamentos generalistas.

Um manejo correto para seu animal exótico no inverno evita uma série de complicações e doenças. Sempre trabalhe com a prevenção, afinal prevenir é melhor que remediar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *